Como gerar leads com a gen Z

Quem é a Gen Z?

À primeira vista a Gen Z (geração Z) é o público do momento, essa geração representa cerca de 20% da população brasileira e quase 40% dos consumidores. Eles são jovens nativos no mundo da tecnologia e com uma mentalidade voltada para o social. Nasceram entre a segunda metade dos anos 1990 até o início do ano 2010. Atualmente a Geração Z representa um poder de compra de mais de US$ 200 bilhões pelo mundo, segundo pesquisa do Google.

Ao passo que nascidos nesta geração são nativos digitais, tendo crescido em meio aos smartphones, internet e mídias sociais, eles são mais propensos a comprar de marcas que estabelecem valores claros, de forma inclusiva e que tenham a disposição uma comunidade online robusta.
Gen Z - Jovens olhando a tela de um celular

De acordo com a ABRH Brasil  até 2025, a gen Z  representará 70% da força de trabalho em todo o mundo. Dentro desse grupo, 46%  buscam melhores experiências e serem surpreendidos pelas empresas, 32% dão prioridade à consciência ambiental, 31% já se consideram menos consumistas e 28% valorizam a transparência das companhias. Entenderemos melhor esses pontos de interesse ao longo deste artigo.

Por que é importante criar estratégias de marketing voltadas para a Gen Z?

Tanto quanto, os números proeminentes que citamos anteriormente podem ser maiores ainda, pois a Gen Z também influencia as gerações anteriores em seu modo de consumir. Em outras palavras, por conta da afinidade com o digital, os jovens dessa geração acabam se tornando os digital influencers do seu próprio lar. Nesse contexto, quando se considera a influência dessa geração nas compras da família, o poder dela é enorme.
Portanto não perca tempo, 2022 é o melhor momento para colocar os mais jovens nas suas estratégias. Aprender como direcionar o marketing para Geração Z é fundamental para o sucesso do seu negócio.
Conforme estratégias forem sendo adaptadas para serem concentradas na Gen Z, seu público se tornará cada vez mais engajado nos conteúdos produzidos. Mas, da mesma forma, você não pode abandonar seus clientes de gerações anteriores apenas para vender para a Geração Z. Por exemplo, se a maioria de seus clientes são baby boomers, não será tão interessante para o seu negócio abraçar totalmente a venda para as gerações mais novas. No entanto, se você acredita que sua empresa eventualmente atenderá à Geração Z, convém começar a ajustar sua estratégia de negócios e marketing o mais rápido possível.
Então, se depois de uma análise do seu negócio você perceber que é interessante para a sua empresa investir no marketing para a Gen Z, a seguir separamos algumas dicas práticas, que as principais empresas no mercado já adotaram, para te auxiliar a cativar esse público.

Estratégias de marketing Gen Z a serem implementadas em 2022

Adote um visual moderno

Primeiramente é importante ter em mente que é essencial para engajar com o público que se enquadra na Gen Z, que a sua empresa rompa com o visual minimalista que era tendencia a algum tempo atrás. A geração Z espera marcas ousadas, com voz forte e personalidade. Então aposte em um visual moderno e extravagante, temos um artigo completo de web design com dicas muito interessantes em relação a visual moderno, sinta-se à vontade para conhecer.
Wedoiti - onepage

Faça um conteúdo atrativo

Acima de tudo, segundo pesquisas você tem apenas 8 segundos para convencer a Gen Z a prestar atenção no seu conteúdo ou seguir em frente. A maneira mais evidente para atingir esse objetivo é ser atraente. Para isso as possibilidades são amplas, você pode criar um conteúdo educacional, divertido ou valioso, sempre pensando em formas diferentes de entreter enquanto promove o seu produto ou serviço. Assim você chamará a atenção para o seu negócio em meio a uma multidão.
A marca de maquiagem Fenty Beauty fez isso de forma eficaz com conteúdos no TikTok e Reels no Instagram. Criando tutoriais divertidos e rápidos com vários influenciadores que permitiram que a Fenty Beauty se destacasse com seus produtos de uma maneira facilmente digerível pelo público da Gen Z.
wedoiti - fentytiktok

Construa uma comunidade

Sobretudo, construir uma comunidade é fundamental para a sua estratégia de marketing voltada para a Gen Z. De acordo com pesquisas, a Geração Z é a geração mais solitária, então eles estão procurando ativamente maneiras de se envolver e se conectar com indivíduos que pensam de forma similar. As marcas podem ajudar a facilitar a conexão. Para isso, um caminho interessante é encontrar micro influenciadores que estejam alinhados com o seu público e incorporar eles aos valores da sua marca.
Outra maneira de construir uma comunidade é solicitar conselhos e feedbacks dos próprios Gen Z durante o desenvolvimento do seu produto.

Abandone o marketing tradicional

Além disso, as pessoas que se enquadram na Gen Z têm interesse em ver pessoas reais que possam se espelhar, então fique atento a essa informação na hora do desenvolvimento da sua campanha de marketing. As pessoas nos seus anúncios precisam compartilhar as mesmas lutas ou ter as mesmas crenças que o seu público da Geração Z. Eles também querem que seus produtos e serviços agreguem valor a eles e atendam às suas necessidades. Se você apresentar algo para a Geração Z com a única finalidade de fazer a venda, você simplesmente não conseguirá. É recomendado que você adote uma abordagem narrativa, o famoso storytelling. Explique aos seus clientes da Geração Z como seu produto ou serviço pode ajudá-los, torne o seu discurso de vendas relevante e fácil de entender.

Faça presença nas plataformas populares

Eventualmente fora das mídias sociais tradicionais, a Gen Z se reúne em plataformas de comunicação digital como Discord e Twitch, cuja popularidade cresceu absurdamente com a pandemia de Covid-19. A Geração Z incapaz de ver seus amigos pessoalmente recorreu a espaços online onde eles podem se conectar com outras pessoas por meio de interesses compartilhados, e as empresas estão criando maneiras inovadoras de atingir seu público jovem nessas plataformas.

Discord

Antecipadamente se você não conhece o Discord, ele é uma plataforma de bate-papo onde os usuários se reúnem em servidores que são como grupos que se diferem por tópicos de interesse, como: games, filmes, séries e etc. Parte do apelo do Discord é uma experiência sem anúncios , mas as marcas estão encontrando maneiras de se conectar com seus clientes na plataforma.

Bem como a varejista de roupas Hot Topic que entrou no espaço Discord criando um servidor focado em anime, animação de origem japonesa, contando com um interesse compartilhado que diversos usuários da plataforma já carregam em relação a esse tipo de conteúdo.

Gen Z - plataforma Discord

Twitch

As marcas que tem a Gen Z como foco também estão migrando para a plataforma de transmissão ao vivo conhecida como Twitch. A plataforma conta com uma base de usuários com uma faixa etária entre 18 e 34 anos que acompanham as live streams em média três vezes por dia. De acordo com a Twitch, 64% de seus usuários compram produtos com base nas recomendações de influenciadores.

Assim como o Discord, a plataforma da Twitch já foi conhecida como um ambiente predominante do público dos games, contudo a cada dia essa realidade muda e os horizontes se expandem. Agora a plataforma também hospeda sets de DJs, programas de culinária e muito mais. A Twitch permite publicidade, e as empresas podem fazer parcerias com criadores por meio de programas de afiliados ou exibir anúncios em vídeo.

A marca de cosméticos americana Elf investiu fortemente em marketing na plataforma da Twitch. Inicialmente por meio de uma parceria com influenciadores e depois lançando seu próprio canal de streaming. A influenciadora escolhida para colaborar com a Elf foi a streamer australiana conhecida como Loserfruit, a influenciadora proporcionou horas de tutoriais de beleza com uma das maquiadoras da marca, além de divulgar a marca em seus conteúdos convencionais. No ano de 2021 a empresa lançou seu próprio perfil na Twitch, levando outros influenciadores para fazer conteúdo para eles.
Gen Z - elf
O foco da Elf, e de outras marcas que investem em plataformas populares, em envolver influenciadores já conhecidos pela Gen Z é mostrar que eles entendem o que o público quer. Para ter autenticidade, tenha cuidado em encontrar influenciadores que produzam um conteúdo que se encaixe com o que você tem a oferecer, caso contrário, pode causar mais danos do que benefícios.

Defina claramente seus valores

Por fim, é importante que você tenha seus valores e missões muito claros e estabelecidos previamente na hora de colocar em prática sua estratégia de marketing voltada para a Gen Z. De acordo com estudos, 69% dos entrevistados afirmam estar dispostos a pagar mais pelo produto ou serviço de uma marca com valores alinhados aos deles. No Brasil, essa porcentagem aumenta para 71%.
Para a nova geração, nenhuma opinião é apenas uma opinião, dependendo da sua postura ela pode prejudicar gravemente sua reputação. 31% da geração Z relata que pararam de comprar de uma marca que faz parte de uma causa social com a qual não se alinham, e outros 76% da geração Z e millennials acham importante comprar de marcas que celebram a diversidade.
Entre alguns tópicos que são importantes para a Gen Z estão os direitos LGBTQ+, em que 60% deles acreditam que casais do mesmo sexo deveriam poder adotar crianças. A diversidade de forma geral, em que 60% da geração Z diz que o aumento da diversidade racial e étnica é boa para a sociedade. Além da responsabilidade social que 70% deles optam por comprar de empresas que consideram responsáveis.
Um exemplo de demonstração clara de valores pode ser observado na Parade, startup de roupas íntimas, eles tem um grande foco na positividade e inclusão do corpo, com isso estão redefinindo a indústria em que se encontram. Seu conteúdo não apenas ajuda a normalizar estrias e pelos corporais, mas também valoriza a autoexpressão e são defensores dos direitos LGBTQ+ e da descriminalização do trabalho sexual. Com valores claramente definidos, a Parade é capaz de se diferenciar de outras marcas em seu setor e se envolver com o público da Geração Z.
Gen Z - Parade

Ativismo performático

Apesar disso há uma linha tênue entre mostrar responsabilidade social e ativismo vazio. A Gen Z é especialistas em perceber a legitimidade do conteúdo que consomem e eles não respondem bem a marcas que usam a justiça social por pura autopromoção.
Nesse sentido as marcas estão aprendendo da maneira mais difícil. Um caso perceptível é da Listerine, a marca de antisséptico bucal foi criticada por lançar uma garrafa de enxaguante nas cores do arco-íris para comemorar o mês do orgulho LGBTQIA+. Os críticos alegaram que a campanha de marketing fez uma comemoração importante apenas para vender produtos, usando a comunidade em questão para performar inclusão.
Wedoiti - Listerine embalagem
Então, se atente em se posicionar de forma autentica sobre questões sociais. Um caminho para isso é compartilhar como sua marca abraça a responsabilidade social em todos os aspectos do seu negócio. Assim como é feito de forma transparente pela Impossible Foods, empresa de alimentos à base de plantas. Se analisarmos os relatórios de impacto anuais da empresa, é perceptível a maneira que eles apoiam seus funcionários e comunidade, desde como promovem a diversidade e a inclusão, até o apoio aos bancos de alimentos durante a pandemia.
A chave para evitar o ativismo performativo é pensar e considerar cuidadosamente as causas que você apoia e garantir que seus valores também sejam refletidos na maneira que você faz negócios. Você não tem que apoiar todas as causas, mas certifique-se de ir com tudo nas que fazem sentido para você.

Conclusão

Em suma, tudo o que foi supracitado neste artigo ajudará a fortalecer a confiança sob sua marca. E a confiança na marca é fundamental para que público da Gen Z se apegue a sua empresa.

Não é surpresa que empresas que citamos como Elf e Fenty Beauty tenham tanta influência em relação a geração Z. Essas empresas compartilham visivelmente as paixões de seus clientes.

O marketing da geração Z é uma ótima maneira de alcançar uma geração mais jovem e se conectar com um novo tipo de consumidor. Experimente adotar um novo visual, criar conteúdos mais atraentes, estabelecer sua missão e ter novas estratégias em canais como o Discord e Twitch, isso tudo vai construir uma conexão genuína de longo prazo com a geração Z.

Se gostou deste artigo, nos ajude compartilhando-o nas suas redes sociais.

Rolar para cima

Deixe seus dados que entraremos em contato